MOSAICOS! ORIGINAL CONTEÚDO

  • FERROESTE PRETENDE REVOLUCIONAR SETOR DE TRANSPORTE

 

ALYSSON PAOLINELLI INDICADO AO PRÊMIO NOBEL DA PAZ

O Brasil escolheu um representante do agro para o Prêmio Nobel da Paz 2021. É o ex-ministro da Agricultura de 1974 a 1979, Alysson Paolinelli (84 anos).  Engenheiro Agrônomo que tem se dedicado a vida à procura de alternativas para a produção de alimentos. Resultado de décadas voltadas ao conhecimento científico, à inovação para melhorar todo o processo produtivo.

A indicação foi encabeçada pela Escola Superior de Agricultura Luiz Queiroz (ESALQ) da Universidade de São Paulo com anuência de inúmeras universidades, institutos de pesquisa do Brasil e pelo conselho norueguês. Para Paolinelli, a indicação não é por um projeto específico, e sim uma vida inteira de trabalho e desafios dedicados à pesquisa, compartilhada com centenas de profissionais.

O último Prêmio Nobel dado a um membro de alimentação foi em 1950. E hoje nada mais oportuna, a indicação pela projeção do Brasil no agro, na produção de alimentos. O que somou também para indicação de Paolinelli ao Nobel da Paz é a restruturação da Embrapa enviando 1.530 jovens brasileiros do setor para os melhores centros do mundo. O que propiciou a Embrapa uma forma mais racional para criar o Projeto dos Biomas Brasileiros. Interpreta o ex-ministro que a posição política do Brasil hoje não é favorável ao Prêmio Nobel, mas só a aceitação da agricultura brasileira, já é uma vitória.

A cerimônia do Nobel é realizada em Estocolmo na Suécia e Oslo na Noruega nas categorias de Química, Física, Fisiologia ou Medicina, Literatura e Paz. O Brasil já fez a indicação de 106 personalidades, só o Zoólogo Sir Peter Briand Medawar foi a única pessoa nascida no Brasil laureada com o Nobel de Fisiologia ou Medicina, em 1960, por pesquisar o sistema imunológico dos animais, mas naturalizou-se britânico, após mudar-se para o país europeu. Vamos ficar na torcida para que Paolinelli conquiste o Nobel da Paz. Ele merece e o Brasil reconhece seus feitos pró o agro. (Da Redação Mirtis/Pesquisa)

(Arquivo Jornal Mensageiro/Revista Mosaicos)

O ex-ministro esteve em Medianeira ao fazer parte de uma comitiva que visitou à Cooperativa Agroindustrial Lar, em junho de 2003, afirmando na oportunidade que a Lar é um dos melhores núcleos de agregação de valor ao produto, além de promover o cooperativismo a favor do cooperado. Ele foi recepcionado pelo diretor presidente Irineo da Costa Rodrigues  e diretoria.