“ESPERANZA”, O POEMA QUE COMOVEU O PAPA FRANCISCO…

“ESPERANZA”, O POEMA QUE COMOVEU O PAPA FRANCISCO…

Para o papa Francisco, o poema de Alexis Valdés “ilustra o caminho a um futuro melhor”. Ele leu o poema durante a quarentena e conclui: “Deixemos que seja poesia e sua beleza que tenha sua última palavra: essa poesia capaz de nos ajudar a nos descentralizarmo-nos e transcendermos para que nossos povos tenham vida (JO 10,10)”.

Nos votos de FELIZ PÁSCOA aos nossos internautas, é oportuno registrar esse poema escrito em 2020 que percorreu o mundo e sensibilizou milhões de pessoas pelo contexto atual e verdadeiro. Postagem da letra na Língua Portuguesa e em vídeo na Língua Espanhola.

ESPERANÇA
Quando a chuva passar e se acalmarem os caminhos,
Seremos sobreviventes de um naufrágio coletivo.
Com o coração choroso e o destino abençoado
Nos sentiremos sortudos apenas por estarmos vivos.

E daremos um abraço no primeiro desconhecido
E louvaremos a sorte de conservar um amigo.
E então nos lembraremos de tudo aquilo que perdemos
De uma vez aprenderemos tudo o que não aprendemos.

E não teremos inveja, pois todos terão sofrido.
E não teremos apatia, seremos mais compreensivos.
Valerá mais o que é de todos, o que jamais conseguiram.
Seremos mais generosos, e muito mais comprometidos.

Entenderemos o quanto significa estarmos vivos.
Sentiremos empatia por quem está e por quem já se foi
Admiraremos o velho que pedia dinheiro no mercado,
Que não sabíamos o nome e que sempre esteve ao seu lado,
E talvez o velho pobre fosse o seu Deus disfarçado.
Nunca perguntou o nome dele,
porque estava com pressa.

E tudo será um milagre, tudo será um legado.
E se respeitará a vida, a vida que nos foi dada.
Quando a chuva passar, te peço
Deus, arrependido,
Que nos devolva coisas melhores, como tinha sonhado para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *